quinta-feira, 29 de julho de 2010

EU

Eu!

Manhãs. O cheiro a terra molhada. Primavera. Noites estreladas. Praia, sempre. músicas. O gozo de ir. O prazer de estar. Ler, pensar e sentir: é isto mesmo. Amar. O que não se diz e o que tem de ser dito. Verão. Lugares. Amigos, todos. Tinto. À mesa com quem se gosta. O Amor. Chuva na janela. Riso dos nossos Filhos. Chocolate. Sexo. Água fresca. Dever cumprido. Olhares que decidem. Todos dos dias trazem qualquer coisa. Cerveja estupidamente gelada: estrela Ilhas: São Vicente, Boa Vista,… Viver e deixar Viver. Fogo, essa ilha que me deixa inebriada pelo seu magnetismo (será paixão? será destino?). Tu, quente, calor, sal, mar... Praia, areia, Azul, Mar. Flores e Beija-Flores. Liberdade, Avião, Destinos, Partidas, Chegadas.. Aeroporto de Lisboa. Malas, casas... Nossa Casa. Mãos dadas, ternuras, massagens, dormir junto, compras, flores, risos e alegrias. Tristezas e choros. No final do dia, a certeza de ter chegado ao destino. A liberdade de escrever, palavras ao vento... imaginação á solta, correr, saltar,

2 comentários:

  1. Sou mulher

    Ivone Boechat (autora)

    Sou mulher,
    com as aflições e a inspiração do poeta,
    o esplendor e a serenidade das mães!

    Sou uma canção de ninar,
    experimentadora dos sabores do tempo,
    estrela da constelação familiar!

    Sou letra e música da canção
    do mais puro sentimento
    que a mulher é capaz de cultivar!

    Sou feita síntese do segredo de amar,
    tenho fases minguante e cheia,
    assim como o luar!

    http://www.escrita.com.br/escrita/leitura.asp?Texto_ID=823

    ResponderExcluir
  2. Sou mulher

    Ivone Boechat (autora)

    Sou mulher,
    com as aflições e a inspiração do poeta,
    o esplendor e a serenidade das mães!

    Sou uma canção de ninar,
    experimentadora dos sabores do tempo,
    estrela da constelação familiar!

    Sou letra e música da canção
    do mais puro sentimento
    que a mulher é capaz de cultivar!

    Sou feita síntese do segredo de amar,
    tenho fases minguante e cheia,
    assim como o luar!
    http://www.escrita.com.br/escrita/leitura.asp?Texto_ID=823

    ResponderExcluir